SINTONIA SEMANAL: Espiritualidade Proativa » We Love Cherry
24
jan
SINTONIA SEMANAL: Espiritualidade Proativa

POR YEHUDA BERG

As pessoas tendem a rezar mais quando estão com problemas.

Não importa quanto achemos que somos evoluídos espiritualmente, todos nós fazemos isso de uma forma ou de outra. Quando as coisas dão errado, começamos a reavaliar nossas vidas. Decidimos começar a fazer cada dia contar, decidimos compartilhar mais com aqueles que amamos e nos dedicar a uma vida regida por princípios espirituais.

Era a isso que meu pai e mestre, Rav Berg, frequentemente se referia como Espiritualidade Reativa. Na verdade, pode ser que a Espiritualidade Reativa o tenha trazido para o caminho espiritual no início. Talvez você estivesse passando por momentos difíceis e precisasse de uma orientação ou talvez sentisse um certo vazio, um anseio por algo mais.

Eventualmente, para permanecer no caminho espiritual, é essencial mudar para a Espiritualidade Proativa.

Não precisamos esperar que as coisas deem errado em nossas vidas para nos motivarmos a mudar. Não precisamos das chamadas de atenção para começar a tomar alguma ação. Não queremos uma vida de altos e baixos, de dias bons e dias ruins, de altos extremos seguidos de quedas bruscas. É 100% possível ter cada dia um pouco melhor que o anterior, ser um pouco mais forte hoje do que ontem e estar um pouco mais próximos da plenitude total.

Quando as coisas estiverem bem, podemos usar essa energia e aplicá-la para fazer o bem para os outros. Quando a vida estiver ótima, esse é o momento em que devemos desejar nos comprometer mais com a mudança e com o crescimento pessoal, sair da nossa zona de conforto e amar nosso próximo de forma mais incondicional.

Esse é caminho para a Espiritualidade Proativa.

É da natureza humana, em seus momentos mais sombrios, procurar a Luz. Mas é o que fazemos nos momentos em que sentimos a Luz que nos fará passar melhor por nossas horas mais escuras.

Screen Shot 2014-02-20 at 01.40.20

 


Newsletter

Acompanhe nas redes sociais!

Compartilhe



Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *
Comente via Facebook

Comentários desativados