abril 2017 » We Love Cherry
10
abr
O que é Cesárea Humanizada?

O objetivo desse post é informar, jamais julgar, ok? Acredito que esse tipo de informação é muito importante e gostaria de ter tido acesso a ela antes da minha 1ª filha nascer. Acredito que dividindo minhas experiências talvez eu possa ajudar outras mães.

Sou mãe de 3 crianças: Bella, 6, Nina, 3 e David, 1.

Cesárea nunca foi uma opção pra mim, mas mesmo assim tive que passar por 3 cesáreas, cada uma de um jeito e por um motivo.

Desejei desde o início que eles nascessem da forma mais natural e menos traumática possível. Também queria que no parto deles eu fosse a protagonista, não queria que houvessem  intervencões desnecessárias. Para mim isso tudo só seria possível via parto natural.

Me preparei para o parto natural da melhor maneira que pude, mas as coisas não aconteceram da maneira que eu esperava. (Para saber a história completa dos meus 3 partos clique aqui: Bella, Nina e David).

Depois de 3 cesáreas bem diferentes, eu pude notar na pele a diferença entre uma cesárea convencional e uma cesárea humanizada.

Minha 1ª cesárea não foi completamente humanizada, justamente porque eu não a esperava (tinha certeza que teria um parto normal e nem pesquisei a respeito). Eu tive sorte de ter tido pelo menos ela parcialmente humanizada e pude amamentar minha filha na 1ª hora. Infelizmente muitas mães não tem essa sorte (por isso vim aqui passar essa informação adiante).

Mas, depois eu me informei, e mesmo não desejando ter mais cesáreas, eu tive mais duas cesáreas necessárias, mas ao menos completamente humanizadas.

Você deve estar se perguntando: “o que essa cesárea tem de diferente da cesárea convencional”? E aqui vou explicar tim-tim por tim-tim os detalhes. O principal é ter uma equipe médica que respeite você e o bebê e que tudo seja conversado antes.

 

CESÁREA HUMANIZADA

 

O que é?

Humanizar: Tornar(-seagradável ou suportável.

Parto humanizado, quer seja um parto normal, natural ou cesárea, tem a ver com respeito e valorização da mãe e do bebê. Na prática, caso o parto normal não seja possível, o obstetra pode realizar o parto cesariana de uma forma mais próxima do nascimento pela via vaginal, com respeito, valorizando a mãe e o bebê, sem nenhuma intervenção desnecessária.

 

O que a Cesárea Humanizada tem de diferente da Cesárea Convencional?

  • Necessidade real da cesárea

A cesárea para ser humanizada precisa ser necessária. Esse é o primeiro ponto que difere da cesárea convencional.

  • Entrar em trabalho de parto

Parto cesarea humanizada trabalho de parto

Sentindo as contrações do trabalho de parto do David minutos antes de entrar na sala de cirurgia. (Imagem: Olivian Moioli)

Caso seja possível (os médicos que irão saber), é importante esperar entrar em trabalho de parto. Dessa forma, o bebê é respeitado e o momento do seu nascimento não é adiantado sem necessidade.

  • Mãe ativa no parto

Não é porque mãe não vai ter um parto normal que ela tem que ser passiva. Na Cesárea Humanizada a equipe médica incentiva a mulher para que ela participe, converse, relate o que está sentindo, sem mãos amarradas, nem sedação. O obstetra antecipa os passos da cesárea para que a mãe participe e não fique tão ansiosa e se sentindo “por fora”. Eu me lembro como se fosse hoje desses cuidados simples minutos antes da chegada dos meus filhos. Lembro do anestesista conversando comigo para eu me acalmar e isso me ajudou muito. Também lembro do quanto não gostei quando os médicos ficaram conversando sobre futebol durante a cesárea da minha 1ª filha. E mais tarde, quando estava fazendo o meu Plano de Parto do meu 3º filho eu deixei bem claro que não queria esse tipo de comportamento durante o parto. Não só eu fui atendida, como o obstetra ficou super sem graça com a situação, ficou claro que ele nunca tinha se dado conta do quanto esse tipo de comportamento aparentemente inofensivo” era prejudicial e desrespeitoso com a mãe e o bebê.

Parto cesarea humanizada

(Imagem: Google)

Na Austrália uma mulher tirou seu bebê da barriga com as próprias mãos durante o parto cesárea. Quem disse que na cesárea a mãe não pode ser a protagonista? Leia mais sobre esse caso aqui.

  • Trilha sonora escolhida por você

Ter uma seleção de músicas que você gosta, que você escolheu durante a gravidez pode te deixar mais calma e relaxada (eu sei que isso é bem difícil na hora, mas o pouquinho que você conseguir será muito bom). Além disso, o seu bebê vai chegar ao mundo com a música que você sonhou para ele ouvir. As músicas despertam sentimentos e trazem muitas memórias. Depois do parto você terá uma música com a melhor memória do mundo.

  • Iluminação reduzida

O foco de luz é na mesa de cirurgia, a luz da sala pode ser reduzida. Um ambiente com um pouco menos de luz é mais aconchegante sem sombra de dúvida. Sem falar que o para o bebê é muito melhor chegar em um ambiente mais escurinho, afinal ele estava há 9 meses no escurinho da sua barriga.

  • Temperatura mais amena

A temperatura fica entre 24 e 26ºC para maior conforto do bebê.

  • Ver o bebê sair da barriga

parto humanizado bebê nascendo

Eu na mesa de cirurgia de cirurgia assistindo o David sair da minha barriga. (Imagem: Olivian Moioli)

 

Peça para abaixar o campo cirurgico (“cabaninha”) para você poder ver o bebê saindo de você. Alguns médicos colocam um espelho para refletir direitinho a saída do bebê. Existem estudos que mostram o quanto é imporatnate para a mãe ver seu filho saindo de dentro dela. Pode ser maluco, mas eu acredito.

Recentemente viralizou na internet um vídeo emocionante de uma mãe britânica que acompanhou através de espelho o seu bebê saindo sozinho da sua barriga. O médico fez o corte, retirou a cabeça do bebe e a partir daí ele saiu sozinho enquanto a mae assistia a tudo com a ajuda de um espelho. (Assista o vídeo aqui)

  • Plano de Parto

Você também pode ter um Plano de Parto na Cesárea Humanizada e ele será seguido de acordo com o possível.

  • Corte mais baixo possível e de 10cm

O corte costuma ter cerca de 10cm, o mesmo diâmetro da dilatação vaginal em um parto normal e é feito o mais baixo possível.

  • Retirada do Bebê com Calma e Delicadeza

O bebê é retirado com calma e toda delicadeza para que sua saída seja a menos traumática possível.

  • Esperar o cordão umbilical parar de pulsar

O cordão umbilical não é cortado imediatamente, os médicos esperam ele parar de pulsar. De acordo com evidências científicas cortar o cordão umbilical enquanto ele pulsa aumenta a incidência de anemia na infância.

  • Bebê junto com a mãe logo após o nascimento

Nina e eu.

Nina e eu. (Imagem: Olivian Moioli)

Independente do tipo de parto, o bebê – sempre que possível, claro – deve ficar com a mãe logo após seu nascimento e pelo maior período possível. Na cesárea humanizada o bebê nasce e já fica em contato pele a pele com mãe para que possa ser amamentado na 1ª hora. Eu pude amamentar meus filhos ainda na mesa de cirurgia e foi muito especial. Tenho certeza que isso auxiliou no processo de amamentação dos 3.

  • Sem intervenções desnecessárias na mãe e no bebê

parto cesarea humanizada manobra de kristeller

Manobra de Kristeller: considerada uma violência obstétrica. (Imagem: Google)

Em qualquer parto humanizado, seja ele natural, normal, cesárea, não deve haver intervenções desnecessárias, porque assim como o próprio termo diz, sao desnecessárias. Uma possível intervenção desnecessária na mãe seria a Manobra de Kristeller (empurrar o fundo do útero)/pressão de qualquer intensidade no fundo uterino, mesmo que a mãe esteja anestesiada. No caso do bebê, exitem muitas intervenções desnecessárias. Clique aqui para ver o post completo com todas as possíveis intervenções desnecessárias no recém-nascido.

Eu não sei como é ter um filho por parto natural como sonhei. O mais próximo que cheguei foi ao final da 1ª fase, com quase 9cm de dilatacao. O que eu vivi e posso dizer é que os “detalhes” acima conseguiram deixar as minhas 3 cesáreas muito mais próximas do parto que eu esperava e isso fez toda a diferença do mundo.

E você, o que achou? Está preparada para seu parto? E se não acontecer do jeito que você deseja, você também está preparada?

Deixe seu comentário. Vou ter o meu maior prazer em respondê-lo. 😉

Beijos,

LALA 

 


Newsletter

Acompanhe nas redes sociais!

Compartilhe